Stana Katic Brasil

Stana Katic Brasil

Siga-nos em nossas redes sociais:
[TVLine] Stana fala de seu futuro em “Castle”: “Para mim, arte vem acima do dinheiro”

[TVLine] Stana fala de seu futuro em “Castle”: “Para mim, arte vem acima do dinheiro”

A 7ª temporada de "Castle" já provou que será marcante, com Rick e Kate finalmente se casando. Mas esse ciclo pode deixar sua marca de outros modos, já que os protagonistas Nathan Fillion e Stana Katic terão que tomar uma decisão quanto ao seu futuro na série criminal da ABC.

Aqui está a 2ª parte da entrevista do TVLine com Katic, no qual ela fala da lua de mel de Caskett no episódio desta noite, elogia um colega de elenco, e pondera uma 8ª temporada (e além).

 
No lugar de uma lua de mel de verdade, Kate e Rick encontram-se em um resort estilo Velho Oeste. Tirando os corseletes, foi divertido gravar esse episódio?
Sim, foi divertido. Aprendi um pouco sobre duelo de pistolas; na verdade, no final de tudo eu sentei e pensei, "Ah, acho que posso fazer isso para sobreviver. Duelo de pistolas. Com certeza." Trabalhei com um cara que ensinou o pessoal de "Os Indomáveis" ("3:10 to Yuma") e de várias outras cenas com armas na história do cinema, então foi divertido poder brincar nesse mundo. Nós gravamos nos estúdios da Universal e havia diversas pessoas, que trabalham reencenando esse período, como figurantes. Andamos por aí de carroça... Foi bem divertido.

Perguntei a David Amann se havia um momento da Beckett durona por vir - porque os leitores sempre me perguntam se há um momento da Beckett durona por vir - e ele disse que havia um ao final do episódio de faroeste. Um dos leitores presumiu que ele falava da Kate laçando Rick. Ou é outra coisa?
Não. Ele falava de outra coisa.

Ah, é mesmo?
[Sorrindo] É...

Entre o episódio de faroeste, "The Taking of Espo 1-2-3" que é como David chama o episódio "Kill Switch" (que vai ao ar em 24 de novembro), o episódio da estrela de filme de ação (1º de dezembro) e o episódio de Natal (8 de dezembro), você tem um preferido dos 4 próximos episódios?
Bem, eu gosto o do Espo, porque gosto quando um dos meus colegas tem a oportunidade de brilhar assim, porque aqueles caras são super talentosos, Jon [Huertas] e Seamus [Dever]. Todo o elenco é incrível, mas quando eles dois têm a chance de ralar, eles simplesmente adoram e são tão criativos.

Estou empolgado para o episódio do metrô porque sinto um clima meio "Duro de Matar" ("Die Hard"), com Espo como o lobo solitário.
É. E ele é engraçado também, porque Jon faz uma imitação do Denzel [Washington] às vezes. Às vezes, nós dizemos, "Certo, faça essa tomada como Denzel," e ele dá um toque de leve, e é isso que esse episódio me lembra: um filme do Denzel. Não sei se ele entrou em modo Denzel total em algum momento, mas foi divertido.

David Amann também disse que o episódio de Nathan termina com algum gancho...?
Ah, é. É. Você sabe o que é?

Não. Mas você pode dar um dica, sem entregar tudo?
Isso irá mudar o formato da série por alguns episódio, isso eu garanto.

Interessante. Vi você falando sobre bebês no Good Morning America, então presumo que esse não seja o gancho. Não é um teste de gravidez nem nada assim.
Não, não.

Os contratos do Nathan e seu terminam ao final dessa temporada. Quando começa o processo de tomar decisões? É agora? Não é agora? É só em março...?
Não sei. Realmente não sei.

Isso não é algo com o qual você se preocupa imediatamente, mas sim seus representantes? Como isso funciona?
Acho que há diversas coisas que várias outras pessoas precisam decidir antes de eu ter que tomar alguma decisão - me entende? Então eu não sou a primeira da fila para se preocupar com isso. Acho que há conversas em algum outro nível, mas ainda não sei exatamente qual, porque ainda não tive nenhuma reunião pessoalmente.

Quando a bola estiver no seu campo, o que Stana Katic leva em consideração quanto à 8ª temporada de "Castle" e além?
Bem, acho que depende de... Acho que uma série não deve abusar de sua estadia.

Alguns diriam que "Castle" já contou uma história bem completa a essa altura.
Se a personagem está completa, se não há mais para onde ir criativamente, então acho melhor parar enquanto se está por cima. Eu admiro o modo como eles fizeram isso com "The Wire", sabe? Contar uma grande história e ir para casa e seguir em frente. Não abusar sem motivos. Para mim, arte vem acima de dinheiro, e enquanto estivermos criando algo que seja atraente e tenha um rumo, então vamos nessa. E quando decidirmos que não estamos mais, quando não tivermos mais para onde ir, então é hora de fazer as malas e seguir em frente. Mas não sei onde acabará.

Sei que Beckett seria uma personagem difícil de se despedir, mas é como diz o ditado, "Não fique triste porque acabou, fique feliz porque aconteceu".
Tenho sorte de ter interpretado essa personagem. Tenho sorte de ter passado por essa experiência. Então ficarei feliz com o que quer que aconteça. Só fico feliz de poder ser uma das peças da engrenagem que criou essa série, e de ter sido parte do seu sucesso de uma pequena maneira. Então isso me deixa feliz, o que quer que aconteça.