Stana Katic Brasil

Stana Katic Brasil

Siga-nos em nossas redes sociais:
[Story] A vida em Hollywood não é um conto de fadas

[Story] A vida em Hollywood não é um conto de fadas

A atriz americana [sic] de descendência sérvia deu uma entrevista exclusiva à Story, falando sobre seu cotidiano na América, como foi crescer numa grande família, a última vez que chorou, e o que a dá uma descarga de adrenalina.

A revista Story teve o privilégio de falar com a garota que imprensa local descreve como "a sérvia que seduziu Hollywood". A atriz Stana Katic (36 anos) é a estrela da famosa série da ABC "Castle", que vai ao ar na Sérvia pela Fox, e graças à série, Stana teve a chance de aparecer nos talk shows de maior audiência dos EUA, onde ela falou com orgulho de suas raízes deste canto do mundo. Ela é filha de Petar e Rada Katic, sérvios da Dalmácia, que imigraram da antiga Iugoslávia para a América do Norte. Hoje ela vive aos pés da colina que ostenta a placa de Hollywood, e frequenta com orgulho tapetes vermelhos em estreias de prestígio. Tivemos a oportunidade de entrar na aventura de traçar o perfil dessa artista, numa atmosfera na qual poucos agentes cuidavam bem dela.

 
Essa é sua primeira vez na Grécia? O que geralmente a atrai a visitar o Velho Continente?
Já vim a algumas das ilhas gregas antes, mas essa é minha primeira vez na capital do país. Gosto daqui, Atenas é um lugar bem agradável para passar as férias, mesmo que eu esteja aqui a trabalho. Geralmente, visito a Europa a trabalho, mas recentemente visitei parentes na Sérvia e na Croácia.

Quando você diz "a trabalho", o que quer dizer especificamente?
Vim a Atenas para promover "Castle", que pelo visto é bem popular em todos os continentes. Fico promovendo a série para a imprensa, e cada passo meu é programado, então a palavra certa para uma visita assim é essa - trabalho.

A 6ª temporada da série terminou de um modo que deixou os fãs ansiosos para saber o que vem a seguir. Você pode nos contar algo sobre a 7ª temporada?
Só voltarei aos EUA em meados de julho, então também será uma surpresa para mim quando descobrir o que irá acontecer na série. Só terei a informação do que acontecerá com a detetive Beckett poucas semanas antes do resto do mundo.

Em "Castle", você interpreta uma detetive. Na sua vida privada, você gosta de explorar? E o que sempre te dá uma descarga de adrenalina?
Eu sou muito curiosa. Adoro sentir a vida e a aproveito, porque ela nos dá muitas coisas. Me interesso por história e em aprender novas culturas. Talvez eu não seja uma detetive, como na série, mas sempre tento buscar a resposta para o que significa viver nesse planeta.

Você já perguntou a seus pais sobre a origem do seu nome? Por que eles resolveram chamar a filha de Stana?
Muitos homens da minha família se chamam Vuk [Lobo]. Isso simboliza proteção, porque muitos dos meus acestrais morreram jovens. Minha avó foi a primeira a receber o nome Stana, porque seus pais queriam acabar com a má sorte do passado. [Stani, em sérvio-croata, significa "parar"]

Você tem 4 irmãos e uma irmã. Crescer numa família grande a deixou mais forte, ou mais mimada?
É ótimo crescer em uma família grande, porque nunca precisei procurar alguém com quem brincar e socializar. Sempre fui cercada por muitas pessoas, e todos eram familiares. Era muito importante para mim sentir que fazia parte de algo, que eu nunca estava sozinha. Cresci no meio dos meus irmãos, mas eu não diria que isso me deixou mimada. Isso me fez buscar por algo que me fizesse única. Quando se está no meida de muita gente, você quer algo que te faça destacar e ser diferente.

Você já disse diversas vezes para a imprensa americana sobre o orgulho que tem de suas origens, e que você adora ter uma oportunidade para falar sérvio. Em quais situações você fala o idioma?
Eu recentemente visitei a Dalmácia e a Sérvia, o que me deu a oportunidade de praticar e relembrar o que já havia esquecido. As pessoas me dizem que sei bastante. Tenho minha família com quem falar em sérvio, mas morando em Los Angeles, não tenho tantas oportunidades.

A vida em Hollywood é mesmo tão glamurosa quando parece, ou por trás dos panos as coisas não são tão belas?
A vida em Hollywood não é um conto de fadas. Talvez seja diferente para você, mas garanto que em Los Angeles há muitas pessoas que trabalham duro, que têm famílias grandes e felizes. Em relação a atuação, isso é um grande sistema que move toda a cidade. Mas você ficaria surpreso de ver quantas pessoas lá são, de fato, normais.

Em sua biografia, podemos ver que você é muito dedicada à sua carreira. Você formou-se numa escola de atuação de prestígio em Chicago e constantemente se dedica a aprender algo novo. Você acredita em educação ou em destino?
Acredito que podemos influenciar o destino através da educação. Especificamente, acho que podemos moldar nosso destino se investirmos em nós mesmos. O foco de uma pessoa deve ser a educação, pois é no que você pode confiar. Não é inteligente deixar tudo nas mãos do destino.

Você é bastante esportista, e já fez até caratê. É assim que mantém a forma?
Eu fui uma criança muito ativa. Pratiquei vários esportes, mas sempre apenas como recreação. Me dediquei bastante ao balé. Certamente tenho uma forma melhor do que teria se nunca tivesse feito esportes. Hoje em dia tenho menos tempo para isso, mas no trabalho que faço, é preciso estar em boa forma. Então tento ajustar meu treinamento ao meu tempo livre e às minhas obrigações.

Você acompanha a moda? O quanto você se preocupa com o que veste quando não está na frente das câmeras?
É claro que gosto de moda. Sou fascinada por blusas, camisas e vestidos. Algumas peças, como as blusas que mencionei, até mesmo já tentei costurar. Às vezes, gosto de experimentar. Eu até sigo as tendências atuais, mas geralmente escolho peças clássicas. Depende do meu humor no dia.

Qual foi a última vez que você chorou, e por quê?
Estou tentando me lembrar... Li algo em um livro. Mas não foi nada relacionado a desabafar sobre algo particular para alguém. A culpa foi do livro. Geralmente, não choro facilmente.

Para conhecer um pouquinho mais sobre você, pode nos dizer qual sua comida e cor preferidas?
Adoro massa, principalmente macarrão, e o cheiro de pão. Também gosto de saladas e qualquer coisa verde na cozinha. Por exemplo, eu adoro de acelga. Adoro um prato que os dálmatas chamam de "pura", que acho que vocês conhecem como polenta. Você vai dizer que não é muito saudável, mas não me importo com isso. Como muitos vegetais, pois preciso. Às vezes, a aparência do prato é muito importante. Em relação a cores, eu nunca poderia escolher uma só cor ou tom que eu gosto. Mas se tivesse que escolher, adoro verde limão e azul oceano.

Para finalizar, espero que não se importe com o clichê, mas você teria uma mensagem para seus fãs na Sérvia?
Direi isso em sérvio: Sve vas u Srbiji mnogo pozdravljam. [Saudações para todos na Sérvia] Para todos que perderam suas casas nas enchentes, mando muito amor. Vocês têm meu apoio e amo vocês!

Scans > 2014 > Story [24 junho]

001002003004005